CURTA NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

MANDA SEU FLAGRANTE  PARA NOSSO WhatsApp 07381169579

VEJA COMO FOI A ELEIÇÃO EM URUÇUCA

Uruçuca2014http://apuracao.gazetadopovo.com.br/resultados-eleicoes-2014-2-turno/bahia/presidente/urucuca/

ATAQUE A DEMOCRACIA

veja

Vandalismo e depredação que atingiram a Revista Veja

25/10/2014 12h44 – Atualizado em 25/10/2014 14h46

Prédio da editora Abril é pichado durante protesto contra revista ‘Veja’

Reportagem da revista diz que Lula e Dilma sabiam de desvios na Petrobras.
Para Dilma, revista faz ‘terrorismo’. TSE suspendeu propaganda da ‘Veja’.CAPA-VEJA-SABIA-DE-TUDO

 O prédio onde fica a sede da Editora Abril, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, foi alvo de um ataque na noite desta sexta-feira (24), depois que a revista “Veja” publicou uma reportagem sobre o escândalo da propina na Petrobras.  A revista afirma que o doleiro Alberto Youssef disse, em depoimento à Polícia Federal, que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinham conhecimento de um suposto esquema de corrupção na Petrobras que abasteceria campanhas do PT.  Segundo a revista, o doleiro não apresentou provas. 

O tumulto na sede da editora Abril terminou com três pessoas detidas. De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 14º DP, de Pinheiros, por volta das 20h de sexta-feira cerca de 200 pessoas se reuniram em frente ao prédio da editora, com o apoio de um carro de som da União da Juventude Socialista. Eles jogaram muito lixo em frente ao prédio e picharam frases como “Veja mente” e “Fora Veja”. Exemplares da revista foram rasgados. Segundo a Polícia Civil, os detidos foram qualificados por pichação e liberados em seguida. Os suspeitos negaram envolvimento em atos de vandalismo e disseram que apenas participaram do protesto.

Procurada pelo G1, a editora Abril não havia se pronunciado sobre o protesto até a última atualização desta reportagem.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) afirmou em nota que “repudia veementemente os ataques”.  “A Abert acompanha com preocupação episódios como o de ontem à noite, pois a entidade considera grave qualquer ato de intimidação à liberdade de imprensa. A Abert lembra que a Declaração de Chapultepec, da qual o Brasil é signatário, aponta uma imprensa livre ‘como uma condição fundamental para que as sociedades resolvam os seus conflitos, promovam o bem-estar e protejam sua liberdade’”, diz a nota da associação.

A Ordem dos Advogados do Brasil também comentou o ataque ao prédio da editora Abril. Em entrevista à TV Globo, o presidente da OAB, Marcos Vinícus Coelho, disse que  é preciso investigar quem são os responsáveis pela pichação. “Vamos avaliar os fatos, vamos com calma e principalmente após as eleições verificar o que aconteceu efetivamente, porque nesse momento entendemos que o principal é termos a maturidade institucional para preservarmos a democracia brasileira”, afirmou.

Delação premiada
Assim como o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, Youssef decidiu fazer um acordo de delação premiada, para contar o que sabe sobre o suposto esquema em troca de benefícios. Os depoimentos são protegidos por sigilo. Youssef foi preso pela Polícia Federal acusado de chefiar um esquema de lavagem de dinheiro – do qual Paulo Roberto Costa seria um dos integrantes – que teria movimentado R$ 10 bilhões. Nos depoimentos, Costa e Youssef teriam afirmado que o esquema se estendia à Petrobras e que políticos recebiam propina proveniente de contratos da estatal com fornecedores.

De acordo com a reportagem publicada nesta semana pela revista “Veja”, Youssef foi indagado no depoimento sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema e teria respondido: “O Planalto sabia de tudo”. “Mas quem do Planalto?”, teria questionado o delegado. “Lula e Dilma”, supostamente respondeu o doleiro. Youssef não apresentou provas.

A Procuradoria Geral da República informou que, no início da noite, recebeu uma  representação em nome da coligação do candidato a presidente pelo PSDB, Aécio Neves. Na representação, a coligação pede que as investigações sejam aprofundadas, “para se apurar a prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro, prevaricação e formação de quadrilha ou bando (associação criminosa), dentre outros”.

Dilma
Em pronunciamento no horário eleitoral na tarde desta sexta, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, disse que a reportagem da revista “é um crime” e classificou a publicação como “terrorismo eleitoral”. Segundo ela, a intenção da revista é interferir no resultado da eleição.

 

“É mais do que clara a intenção malévola da “Veja” de interferir de forma desonesta e desleal nos resultados das eleições. A começar pela antecipação de sua edição semanal para hoje, sexta-feira, quando, normalmente, chega às bancas no domingo. Mas como das outras vezes, em outras eleições, “Veja” vai fracassar no seu intento criminoso. A única diferença é que desta vez ela não ficará impune. A Justiça livre deste país seguramente vai condená-la por este crime”, afirmou.

Para a presidente, a reportagem “envergonha a imprensa e agride a nossa tradição democrática”. “Sem apresentar nenhuma prova concreta e mais uma vez baseando-se em supostas declarações de pessoas do submundo do crime, a revista tenta envolver diretamente a mim e ao presidente Lula nos episódios da Petrobras que estão sob investigação da Justiça. Todos os eleitores sabem da campanha sistemática que esta revista move há anos contra Lula e contra mim. Mas, desta vez, a Veja excedeu todos os limites”, afirmou.

A revista “Veja” divulgou em seu site nota na qual justifica a publicação da reportagem. Segundo a nota, a antecipação da edição do fim de semana se repetiu em quatro das cinco últimas eleições presidenciais. A revista informou que o “grau de certeza” para publicação foi alcançado na quinta-feira, dois dias depois do depoimento de Youssef. Para a publicação, os fatos seriam os mesmos se publicados antes ou depois da eleição.

Mais tarde, a coligação de Dilma divulgou nota na qual informou que moverá quatro ações criminais contra a revista na Justiça: ação penal por calúnia e difamação contra o repórter que assina o texto e contra a revista; pedido de investigação à Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que apure o suposto vazamento de parte da delação de Alberto Yousseff; pedido de indenização do PT por imagens.

A coligação também informou que ajuizaria quatro ações eleitorais: pedido de direito de resposta na revista, no site da revista e nos demais veículos que reproduziram a reportagem, com pedido de liminar para que o direito de resposta seja exibido imediatamente; pedido para proibir que a revista faça qualquer tipo de publicidade do conteúdo por considerar que isso configura publicidade contra a campanha; representação no TSE para que se investigue supostos “abusos” cometidos pela publicação durante a campanha eleitoral; pedido para que o Facebook retire o conteúdo da reportagem da rede, por se tratar, segundo a coligação, de publicidade irregular.

Aécio Neves
Em pronunciamento a jornalistas no Rio, Aécio Neves classificou a denúncia como “extremamente grave”.

“Determinei que hoje o PSDB ingressasse na Procuradoria Geral da República solicitando que essas investigações sejam aprofundadas em razão da sua gravidade, chamando a atenção ainda para uma parte do depoimento do senhor Youssef, que diz que um dos coordenadores da campanha do PT solicitava que fossem repatriados – portanto, que retornasse ao Brasil – R$ 20 milhões para a atual campanha eleitoral. Se comprovado isso, é a confirmação de que houve operação de caixa dois na atual campanha presidencial do PT”, afirmou.

Segundo o candidato tucano, o Brasil “merece uma resposta daqueles que hoje governam” o país. “Infelizmente, até agora a única manifestação do PT foi pela censura. Foi pela retirada de circulação da maior revista nacional. Essa não é, certamente, a resposta que os brasileiros aguardam, e o TSE negou provimento a essa solicitação do PT. Não se trata de impedir a divulgação. O que o Brasil aguarda são esclarecimentos cabais e definitivos a partir dessas informações e dessas acusações”, disse.

Segundo o coordenador jurídico da coligação, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), os supostos fatos narrados pela revista são “graves” e, se confirmados, configuram crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, corrupção ativa, peculato, prevaricação e crimes contra a ordem econômica.

Suspensão de propaganda
O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga concedeu na noite de sexta (24) liminar pedida pelo PT para obrigar a revista “Veja” a suspender a propaganda em rádio, TV, internet e redes sociais sobre a edição deste fim de semana, cuja circulação foi antecipada para sexta.  Para o ministro, a revista ultrapassou os limites da liberdade de expressão ao tentar prejudicar uma das candidaturas. A “Veja” ainda pode entrar com recurso. O plenário do TSE pode analisar o caso na sessão marcada para meio-dia deste sábado (25).

“No período eleitoral, compete a este Tribunal Superior velar pela preservação da isonomia entre os candidatos que disputam o pleito. Desse modo, ainda que a divulgação da Revista Veja apresente nítidos propósitos comerciais, os contornos de propaganda eleitoral, a meu ver, atraem a incidência da legislação eleitoral, por consubstanciar interferência indevida e grave em detrimento de uma das candidaturas.”, escreveu o ministro na decisão.

Manifestantes picham muro da sede da editora Abril (Foto: Cauê Fabiano/G1)Manifestantes picham muro da sede da editora Abril (Foto: Cauê Fabiano/G1)

TSE NEGA CENSURA DO PT

BBaXtvY

O pedido para retirada da reportagem publicada ontem (23) na página do Facebook da revista Veja feito pela coligação de apoio a candidata Dilma Rousseff (PT) foi negado nesta sexta-feira (24). A matéria apresenta o seguinte título: “Tudo o que você queria saber sobre o escândalo da Petrobrás: Dilma e Lula sabiam”. A reportagem acrescenta que o doleiro Alberto Youssef disse que Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabiam do esquema de corrupção na Petrobras.

CAPA-VEJA-SABIA-DE-TUDO

Na representação, a coligação de Dilma acusa Veja de ter antecipado sua edição para sexta-feira para “tentar afetar a lisura do pleito eleitoral”. A representação diz ainda: “a matéria absurda de capa [...] imputa crime de responsabilidade à candidata Representante (…) e a mensagem ofensiva da capa da revista tem por objetivo bem delineado: agredir a imagem da candidata Representante” . Para negar o pedido o ministro Admar Gonzaga alegou que o artigo da lei eleitoral citado na representação (art. 57-D, § 3º, da Lei das Eleições) para pedir a retirada do ar não está em vigor nas eleições deste ano. Com isso, a representação foi arquivada, sem julgamento sobre o conteúdo. “O dispositivo invocado para a suspensão da veiculação (§ 3º do art. 57-D da Lei nº 9.504/1997), consoante entendimento deste Tribunal Superior (Consulta nº 1000-75), não tem eficácia para o pleito de 2014, razão pela qual indefiro liminarmente a petição inicial e extingo o processo sem resolução do mérito, nos termos do art. 267, I, do Código de Processo Civil.”, diz o despacho do ministro. Informações do MSN.

 

Lula deu diretoria da Petrobras a Costa após pressão de “agentes políticos”, diz doleiro

Em depoimento à Justiça, Alberto Yousseff afirmou que políticos aliados trancaram a pauta do Congresso para pressionar o ex-presidente

Da redação

FUP20140606439z.jpg

O doleiro Alberto Yousseff, um dos investigados na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, disse à Justiça que o ex-diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, pivô no escândalo de desvio de dinheiro da estatal, só foi empossado no cargo, em 2004, após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ceder à pressão de “agentes políticos”, supostamente aliados ao governo, beneficiados pelo esquema.

Em depoimento do acordo de delação premiada, Yousseff, intermediário no esquema de propinas, disse que a pressão sobre Lula foi feita por meio do “trancamento” da pauta do Congresso. “Para que Paulo Roberto Costa assumisse a cadeira de diretor da Diretoria de Abastecimento, esses agentes políticos trancaram a pauta do Congresso durante 90 dias”, afirmou Yousseff à Justiça Federal.

“Na época, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou louco, teve que ceder e realmente empossar o Paulo Roberto Costa”, afirmou o doleiro.

Segundo a PF, o esquema de corrupção na Petrobras movimentou cerca de R$ 10 bilhões.

Também em depoimento à Justiça Federal, Paulo Roberto Costa afirmou que o dinheiro desviado abasteceu a campanha eleitoral de 2010 do PT e de partidos aliados.

De acordo com Costa, o tesoureiro do PT, João Vaccari, era um dos responsáveis por intermediar o desvio de verba dos contratos de obras da Petrobras.

À Justiça, Yousseff também afirmou que o esquema envolvia agentes públicos de alto escalão. Além do PT, outras siglas beneficiadas seriam o PP e o PMDB.

Com coroas de espinhos, ativistas promovem beijo gay em frente à Igreja da Candelária

Com coroas de espinhos, ativistas promovem beijo gay em frente à Igreja da CandeláriaAtivistas promovem beijo gay em frente à Igreja Católica Duas ativistas do movimento feminista Bastardxs protestaram em frente à Igreja da Candelária, no Centro do Rio de Janeiro, no último sábado (4) promovendo um beijaço gay.

Não levando em conta a Constituição, que afirma ser crime escarnecer publicamente de objeto utilizado no culto religioso, Sara Winter, ex-integrante do Femen, e Bia Spring estavam com os seios à mostra com falsas coras de espinhos e unidas por uma cruz feita de papelão com a inscrição LGBT, fazendo referências ao movimento Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros.

O protesto em frente a uma igreja católica servia para criticar a participação de cristãos na política. “Há uma grande quantidade de candidatos e políticos eleitos que estão diretamente envolvidos com instituições religiosas, sobretudo cristãs, que tanto atrasam o desenvolvimento de nossa política, principalmente com relação aos direitos reprodutivos da mulher e também às políticas públicas voltadas para o público LGBT”, disse Sara ao jornal O Dia.

A jovem também afirmou que protestava contra as declarações do candidato Levy Fidelix sobre as relações homoafetivas. Durante um debate com outros presidenciáveis o candidato falou frases como “dois iguais não fazem filho”, “aparelho excretor não reproduz” ao dizer que, se eleito, não autorizaria o casamento gay.

“Foi o discurso de ódio do candidato Levy Fidelix, que pediu que a maioria heterossexual deveria combater a minoria homossexual, que nos levou a fazer este manifesto hoje”, disse a feminista que criticou a candidatura de outros presidenciáveis cristãos.

VOTOS EM URUÇUCA

 

PAULO SOUTO 50,50% 5.551 VOTOS; contra 44,21% 4.860 VOTOS de RUI.
DILMA 48,76 % 5.556 VOTOS; AÉCIO 30,25 % 3.447 VOTOS; MARINA 19,49 % 2.221 VOTOS.

PAULO SOUTO que ficou no estado com 37,37% em URUÇUCA foi o vencedor COM 50,50 % 5.551 votos. e RUI em URUÇUCA ficou com 44,21% 4860 VOTOS.

Para Dep. Federal Valmir Assunção PT 30,42% 3.544; Paulo Azi DEM 19,63% 2.287; Bebeto PSB 14,49% 1.688; Davidson Magalhães PCdoB 423
Para Dep. Estadual, Augusto Castro PSDB E 18,33% 2.121; Angela Sousa PSD 15,65% 1.811; Leur Lomanto Jr PMDB 8,74% 1.011 e J.carlos PT 5,75% 665.

Senador GEDEL VIEIRA 51,16 % 5.311 VOTOS e OTTO ALENCAR 44,01 % 4.569 VOTOS

ILHEUS: DOIS ESTUDANTES MORREM AFOGANDO NA PRAIA

Foto: Plantão Itabuna.

Segundo informações do radialista Thiago Raposo, dois estudantes morreram afogados na tarde de hoje (01), na praia da avenida Soares Lopes, na altura da praça Dom Eduardo. Segundo informações, os jovens, identificados como sendo Davi Soares Borges (21 anos) e Juarez Cavalcante Borges (22 anos), eram, respectivamente, estudantes da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia e da Universidade Federal de Campina Grande. De acordo com o radialista, eles estavam em Ilhéus, participando de um congresso de matemática, na UESC. Junto com as vítimas estavam mais duas pessoas, que conseguiram sair da correnteza a tempo. O corpo de bombeiros juntamente ao Samu, foram acionados, mas, ao chegarem no local, os estudantes já haviam morrido. Os corpos foram encaminhados para o DPT de Itabuna. Informações do Ilhéus 24 Horas.

 

PT: A PREFEITA DE URUÇUCA FERNANDA SILVA MANDA POLICIA BARRA COMÍCIO

MG_22691

 

 

 

 

unnamed-211 Na última sexta-feira (26/09), um grupo de vereadores da oposição de Uruçuca estava programando realizar uma atividade política, mas a polícia Militar acabou proibindo o evento. Teve um inicio de confusão e o motorista do carro de som acabou passando mal e precisou ser levado ao hospital. Com a dimensão da confusão os policiais informaram aos vereadores que foi a prefeita Fernanda Silva (PT), que pediu para barrar o evento, já que o som estava atrapalhando o trabalho dentro da prefeitura. Felizmente o motorista não sofreu nada sério.

Fonte: Ubaitaba Urgente

 

 

 

unnamed-114

POLICIA DIZ QUE HOMEM CORTADO A FACÃO ACUSADO DE ROUBAR BODE É INOCENTE

Após ter as duas mãos decepadas na segunda-feira (15), na cidade de Pilão Arcado,  Josemar Ferreira de Souza, acusado de furtar ovelhas na região, foi considerado inocente pela Polícia Militar da localidade. Além dos membros superiores, Josemar teve várias partes do corpo atingidas, e após aguardar socorro em via pública foi encaminhado ao Hospital de Traumas de Petrolina.  A autoria do crime pertence a Norberto da Silva Moraes, que acusou a vítima de furto.
No entanto, apesar da acusação, o histórico da Josemar fez com que o caso tivesse outro desfecho. “A vítima é uma pessoa totalmente idônea, sem nenhuma passagem por delegacia. E o autor sequer fez qualquer registro de ocorrência sobre o desaparecimento dessas ovelhas”, disse o delegado de Pilão Arcado, Arnóbio Dionísio Soares, ao site Remanso Notícias.
De acordo com o delegado, o autor do crime, que é servidor municipal, é conhecido na cidade por praticar pequenos delitos e apresentar sinais de depressão. Ainda segundo o delegado Arnóbio, as investigações serão retomadas para que sejam desvendadas as motivações reais do ato violento.  Josemar será ouvido ainda esta semana.

Veja o vídeo do homem que foi cortado a facão, suspeito de ter roubado bode em Pilão Arcado.Enviado via WhatsApp ( 73-8876/4125 )

POLICIAL MILITAR ENCONTRADO MORTO DENTRO DE UMA VALA

portal cleriston silva 1
Um policial militar foi encontrado morto, dentro de uma vala nos fundos da residência em que morava, no município de Campo Formoso, região norte da Bahia. A polícia suspeita que tenha ocorrido um acidente com a vítima. 

Ademário Luis Cabral tinha 38 anos e era lotado da 54ª Companhia Independente da Polícia Militar de Campo Formoso. “Moradores o encontraram morto. Possivelmente ele escorregou e caiu, não conseguindo levantar, pois não foi encontrado nenhum indício de que alguém pudesse participar de um possível homicídio”, informa Edilzo Santana, delegado titular da cidade.

Camamú: homem dá entrada em hospital após 72 horas com pênis ereto

Valter da Silva Andrade, 27 anos, deu entrada no Hospital de Base no município de Camamu,

Um homem identificado como Valter da Silva Andrade, 27 anos, deu entrada no Hospital de Base no município de Camamu, na última terça-feira (16), no Baixo Sul da Bahia, por estar a 72 horas com pênis ereto. De acordo com publicação do blog Vermelhinho, os médicos avaliam a situação do paciente, mas informações preliminares dão conta de que o motivo seria a grande retenção de sangue no órgão genital. Ainda de acordo com o blog, os médicos informaram que o homem pode estar sofrendo de Priapismo, uma condição médica geralmente dolorosa e potencialmente danosa, na qual o pênis não retorna ao seu estado flácido, apesar da ausência de estimulação física e psicológica. Valter disse que não tomou nenhum estimulante sexual.

 

QUANTA CRUELDADE!! CRIANÇA ENCONTRADA MORTA NO LIXÃO DE IBICU

c3

Até quando vai a crueldade humana? 

Hoje uma criança foi encontrada morta no lixão de Ibicu ainda não se sabe quem colocou o corpo da criança no local.

c2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ATENÇÃO CENAS FORTES

URUÇUCA: DELEGADA FOI ASSALTADA EM ILHEUS

noticias-08e5ba3531-e1410609687470

Andréa Tambone de Menezes, titular da Delegacia Territorial de Uruçuca, foi vítima da ação dos criminosos em Ilhéus, na noite desta última sexta-feira(12). No momento do assalto, ela estava acompanhada do namorado que é soldado da PM, no bairro da Sapetinga, zona sul de Ilhéus. O casal foi abordado por dois elementos armados que anunciaram o assalto, levando o carro da delegada e uma pistola ponto 40, que pertence a Secretaria da Segurança Pública do Estado. Andréa Tambone não resistiu ao assalto, e entregou os pertences ao bandidos que fugiram em seguida. A polícia investiga o caso e está em busca dos suspeitos. (Correio do Estado)

ELEIÇÕES 2014: MARINA SILVA ARRASTA MULTIDÃO EM BRUMANDO NA BAHIA

IMG_1942-40
A passagem da presidenciável Marina Silva (PSB) e da candidata ao governo da Bahia, Lídice da Mata (PSB), pelo município de Brumado, na manhã deste sábado (06), foi como um furacão que arrastou uma multidão pelas ruas do centro comercial. Faltou organização e mais segurança ao evento, mas não foi registrado nenhum incidente. Caravanas saíram de diversas cidades da região para prestigiar a passagem de Marina Silva pela capital do minério. A frustração dos populares é que Marina não desceu do carro onde estava para participar da caminhada como estava na programação do evento. Mesmo assim, a multidão seguiu eufórica o veículo no qual a candidata era conduzida. Já no palanque, o ex-prefeito e candidato a vice-governador, Eduardo Vasconcelos, foi o anfitrião das comitivas. Em sua fala, ele declarou o orgulho em estar recebendo junto com a população brumadense uma candidata à presidência da república. Vasconcelos declarou que o tempo do PT no governo está “medido, pesado e contado”. 

Também no palanque a candidata ao senado, Eliana Calmon, e o vice de Marina, Beto Albuquerque, também discursaram. Todos que falaram no evento lembraram de Eduardo Campos, que morreu em um trágico acidente aéreo na cidade de Santos. Cautelosa, Marina Silva aproveitou para se defender das acusações de que acabaria com o programa Fome Zero e outros programas sociais caso eleita. Na coletiva de imprensa, a presidenciável alfinetou os adversários apontando que os mesmos estão preocupados em atacá-la e ainda não apresentaram um programa de governo. 

 

 

MELHORES MOMENTO DA 2ª MARCHA PRA JESUS

2

DSC00671

A 2ª Segundo Marcha pra Jesus  foi um secesso com a abertura no dia 5 com Bandas locais e o sucesso estourado do Ministério Louva Deus, que fez a galera sai do chão. 

DSC00687 DSC00727 DSC00747 DSC00798 DSC00805 20140906_223300 20140906_223336 20140906_232943 20140907_001423

3